• José Osterno

TIO VÂNIA E O “REVÓLVER DESGRAÇADO”


Com pungente mágoa,

ele diz ao outro:

O que é que eu vou fazer? Não,

não precisa dizer! Eu sei o que devo fazer!

(...) Você nunca vai me esquecer!”.


Seguem-se os tiros.

Errei? Errei de novo?”.

Tentativa branca ou incruenta,

dirão os juristas.


Dois tiros disparados

por quem, para justificar a má pontaria,

grita: “Revólver desgraçado!


Ele, Ivan Petróvitch Voinítski, o Tio Vânia.

O outro, Alexandre Vladimiróvitch Serebriákov,

o “Herr Professor”,

personagens da literatura de Tchékhov.



José Osterno Campos de Araújo

6 visualizações0 comentário